Vou-me embora, vou partir. Mas, tenho esperança
de correr o mundo inteiro, quero ir
quero ver e conhecer a cidade que brilha, o brasão de Portugal em um dos pilares de Hércules e muito mais…

| O que é | Travessia de bicicleta 
| Onde fica | Portugal e Espanha, em direção a Marrocos
| Quanto tempo | 10 dias – 625 km 

Amanhecer no Guadiana
Cicloturismo,-Espanha
Praça-de-Espanha,-Sevilha
Sevilha,-azulejo

Os primeiros dias de adaptação à bicicleta, foram desafiadores. As dores, as forças que parecia faltar, a insegurança que um novo caminho sempre gera, acrescidos das dúvidas e ansiedade em conhecer uma nova cultura, dominaram os primeiros dias.

Vencer os mais de 2.000 km puxando um atrelado passava por atravessar o Alentejo e alcançar a Espanha, como primeiros passos e adaptação a bicicleta. Acostumados à caminhada, o desconforto inicial da bicicleta parecia ser um penar sem fim, embora houvesse o alento em saber que durariam apenas os primeiros dias e depois  não mais lembraríamos de processo de “calos”.

As casinhas brancas, a hospitalidade do povo e o canto alentejano deu alento que logo cedeu lugar as forças para vencer as subidas duras subidas da fronteira com a Espanha. O flamengo e a arquitetura das terras Andaluzes, ajuda a ditar o ritmo da pedalada. Pedalar em uma tandem exige uma sincronia entre o “piloto” e o “fogão”, as duas posições na bicicleta que são assim classificadas. São movimentos diferentes de quando se pedala sozinho, na tandem o espírito de equipe é imperativo e os movimentos são como uma dança a dois. 

Pernoite-no-Alentejo
Migas,-gastronomia-ALENTEJO
Migas, Gastronomia Portuguesa, Alentejo
Amanhece-na-fronteira-com-a-Espanha
Um dia em Sevilha + 3 até o Estreito de Gibraltar

Paramos para conhecermos a cidade “que brilha”, Sevilha. Um dia de caminhada por a cidade e seus olhos percorrem séculos de História e influências de muitos povos. 

O abraço que representa a arquitetura da praça de Espanha,  agrega maior valor a sua beleza. Seguir descobrindo o que há sob as vestes do arquiteto Aníbal González, os significados impressos na arquitetura da praça, os Jardins de Murillo, a antiga fábrica de cigarros e a sua relação com a ópera Carmem, assim como, que relação há entre uma das maiores catedrais do mundo e  o islamismo, na Catedral de Sevilha. Os significados da La Giralda, o motivo de haver uma lápide na base da construção, ouvir histórias de arrepiar, o simbolismo dos três níveis da torre Del Oro entre tantas outras coisas, não se pode sair dessa cidade sem conhecer a Basilica de La Macarena.

Os vestígios dos mouros nessa região são frutos do seu domínio por oito séculos, algo que instiga ainda mais a nossa curiosidade em atravessar os pilares de Hércules e descobrir, o outro lado. 

As montanhas de Cádiz são fascinantes na mesma proporção das subidas e descidas. Até alcançar o barco para a travessia, o terreno exige esforço, a beleza da paisagem é a retribuição. Não fosse o vento contra e constante da última etapa, para completar a  sensação de se estar a chegar no fim do mundo.

A travessia para o lado africano pode ser feita por Tarifa ou Algeciras. Por Algeciras a chega-se a território Espanhol, Ceuta. A seguir cruza-se a fronteira por terra, para Marrocos.

Em dias de ondulação, a indisposição é certa, um remediando para enjoo, é boa pedida. A documentação de entrada para brasileiros, portugueses e muitos outros países, é básico e sem complicações, passaporte valido por pelo menos 6 meses e preencher um formulário dentro do barco e nada mais, até a fronteira terrrestre que é preciso apresentar e carimbar o passaporte.

Ceuta é um território espanhol, no continente africano que possui na bandeira o brasão de Portugal. E a tradução para tudo isso é que a cidade fora território português mas, quando Dom Sebastião fora lutar em Alcacer Quibir, morrera em batalha e, não deixando herdeiros, Portugal e Espanha passou a ser uma monarquia dualistapor 60 anos. Ao fim disto, Ceuta ficou na “partilha” de Espanha.

Iniciamos a rota em Portugal e o percurso completo pode ser visto no post Prá lá de Marrakeche em uma bicicleta de Portugal a Marrocos.

Prça de Espanha, sevilha
Arquitetura-em-Sevilha
Estreito-de-Gibraltar
Cádis,-Espanha
Veja no mapa, a rota completa de nossa travessia por Marrocos
    Encontre aqui a melhor hospedagem para sua viagem e faça a reserva pelo nosso site.
    Booking.com