Chegaram a Lisboa ao cair da tarde, na hora em que a suavidade do céu infunde nas almas um doce pungimento, agora se vê como tinha razão aquele admirável entendedor de sensações e impressões que afirmou ser a paisagem um estado de alma…– José Saramago –      

|Etapa 33
|Lagoa de Albufeira – Lisboa | 24 km

Já só falta esta etapa para chegarmos a Lisboa e na despedida desta primeira temporada de “Tanto Mar” não poderia faltar uma travessia por água doce. A Lagoa de Albufeira é uma barreira natural a ser considerada de acordo com a maré. Estando baixa e serpenteando por entre bancos de areia é possível alcançar a outra margem.

As arribas fósseis voltam a emoldurar o trajeto na Costa da Caparica e quantidade de gaivotas torna-se ainda maior na chegada dos barcos pesqueiros, para deleite dos frequentadores desta praia, conhecida pela tranquilidade do mar e o espetacular pôr do sol.

As temperaturas já baixam, o vento frio deixa claro que já não é mais verão e o inverno nunca falta a seu compromisso anual, quase ignorando o outono, que se vê pelas folhas caídas.

Eis que ao chegar em Lisboa, encerraram-se os dias quentes. Desde Vila Rela de Santo António até Lisboa fora percorrido a pé neste projeto a que chamamos “Tanto Mar”.

O Padrão os Descobrimentos e a Torre de Belém sob a luz peculiar desta “menina e moça”, Lisboa nos lembra que navegar é preciso e decidimos atravessar o estreito de Gibraltar nesses dias mais frios em busca do calor do deserto, no continente Africano. Desta vez em uma tandem bike de Portugal ao Marrocos, acompanhe as nossas descobertas por terras de Magreb.

IMG_2905
Costa da Caparica, falésias

Veja no mapa, a rota completa de nossa viagem a pé pela Costa Portuguesa

    Encontre aqui a melhor hospedagem para sua viagem e faça a reserva pelo nosso site.
    Booking.com