O que esperar de uma travessia por Marrocos em uma bicicleta? Prepare o seu coração, o que não falta é aventura e uma variedade de paisagens impressionante. Estas terras de Magreb são cheias de surpresas e exige espírito de aventura para conhecer as suas verdes montanhas, cachoeiras, oásis, cenários hollywoodianos, tribos nómadas que vão muito além do Sahara, até chegarmos novamente ao encontro do mar, em Agadir. 

| O que é | Travessia de bicicleta 
| Onde fica | África, Marrocos
| Quanto tempo | 40 dias – 2362 km de bicicleta + 110 km caminhada
| O que fazer | Diferentes trekkings, descobrir os desertos, oásis, cachoeiras, tribos nómadas enquanto aguça o apetite para se deliciar com uma gastronomia cheia de cores e diferentes sabores.
| Quando fomos | Dez 2017 – Jan/2018
| O que não pode faltar| Espírito de descoberta, Lenços umedecidos e alguma paciência.

    Caminhada-pelas-montanhas-do-Rif
    Cova-dos-Portugueses,-Marrocos
    26169762_878319335669549_551552294421354715_n
    Pedalando-no-Alto-Atlas,-Marrocos
    Aït Benhaddou, vista do Rio
    Camelo, Montanha do Atlas, Marrocos
    Cuzcuz-marroquino
    Gnawa.Sorrisos
    Imerso-no-Azul-de-Chefchauen
    pão.h
    Ep-16-Deserto-de-Merzouga.Erg-Chebi
    Cenas-em-Fés,-Marrocos
    Ep-19-Dades-subidas

    Tomados pelo espírito dos descobridores, partirmos em uma tandem bike por mares que nunca dantes havíamos navegado, ao encontro de outras terras e novos povos. O destino? África, Marrocos.

    Para fazer o quê? Vários tipos de trekkings, conhecer florestas de cedros cheias de macacos berberes, descobrir as diferenças entre árabes, berberes, Tuareg e Gnawas. Ouvir a música, aprender a fazer o pão, o crepe e o chá marroquino. Conhecer os seus hábitos, desfrutar da sua cultura, das paisagens e da gastronomia marroquina, em dias de inverno.

    Conhecemos a força de um povo e por vezes tivemos que pôr a paciência em prática com uma interação mais constante da que estamos habituados. Dificilmente se passa desapercebido por Marrocos,  sempre haverá alguém para lhe propor algum tipo de negócio ou, assumir o reparo que está a fazer nos raios da sua bicicleta, sem qualquer solicitação prévia tornando-o mero espetador. Uma incrível cena, vários homens a falarem entre si, a tentarem resolver o problema sem lhe dar nenhuma chance de intervir. 

    No meio do deserto você para de pedalar e contempla o interminável cenário, seco, árido, sem arbustos e antes de pensar na solidão tens os pensamentos interrompidos por um Bonjour,çava?“. Você nunca estará só, em Marrocos.

    Vou-me embora, vou partir. Mas tenho esperança de correr o mundo inteiro, quero ir. Quero ver e conhecer a cidade que brilha, o brasão de Portugal em um dos pilares de Hércules e muito mais…

    Dos tapetes que voam sempre ouvimos falar. Mas, descobrir os especiais para bicicleta e conhecer o próprio Ali Bábá numa cidade azul das paredes ao piso, é uma pequena mostra do que vem pela frente nessa travessia por Marrocos….

    Verdes vales e lindas cascatas revelam que Marrocos é muito mais que só areia. As montanhas do Rife nos conduz a uma ponte para o divino…

    Uma cidade sagrada de telhados verdes, fechada a não muçulmanos até pouco tempo, com a melhor Kefta do país. Não podia ser tão fácil chegar até ela, chuva de pedras marcou a travessia…

    Prepare-se para entrar em outro tempo. Mal nos recuperamos da fuga de matilhas de cães, passamos por um portal direto para o século oito. Porque Marrocos é um destino onde o singular não se aplica e os sentidos e emoções são despertados todo o tempo…

    Os 3 grandes picos a serem ultrapassados,  das montanhas do Atlas, conduzem por cenários inesquecíveis e únicos. Casas feitas em adobe, estação de esqui, macacos berberes e uma linda floresta de cedros, seguida por picos de neve e muitos quilómetros desérticos onde…

    E depois das areias do  Sahara, o que há? Uma incrível arquitetura mescla-se com a paisagem, gargantas imponentes e formas rochosas abrigam tribos nómadas alheios a modernidade dos tempos e os oásis trazem-nos o bem viver dos sonhos …

    É hora de conhecer o mar das terras de Magreb pelas regiões que produzem o açafrão e o óleo de argan e, descobrir que não há apenas uma Marrakeche em Marrocos… 

    Assista a playlist com todas as etapas de Portugal ao Sul de Marrocos em uma bicicleta

    Nota: 1.Se você optar por percorrer esta rota, faça-o por sua conta e risco. Verifique as condições meteorológicas, condições e fechamentos de terra / estradas atuais, possua equipamentos de segurança e navegação adequados usando as informações aqui contidas como um recurso de planeamento a ser usado como um ponto de inspiração em conjunto com a sua devida diligência. Não somos de forma alguma responsáveis ​​por danos pessoais, danos a propriedades pessoais ou qualquer outra situação que possa acontecer com que opte por seguir este caminho. 2. Desenvolvemos esse trabalho e partilha de forma autónoma, sem nenhuma ajuda ou participação de qualquer instituição, pública ou privada. De forma que se gostares do nosso trabalho, a vossa partilha é o caminho para continuarmos.

    Encontre aqui a melhor hospedagem para sua viagem e faça a reserva pelo nosso site.
    Booking.com